Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Falafel de Bróculos com Molho de Sésamo

Falafel é uma daquelas comidas que me fazem revirar os olhos de prazer. A-do-ro. A mistura do grão com a salsa e os cominhos é tão perfeita que era capaz de o comer todos os dias. Ok. Dia sim, dia não, para não enjoar ;)

 

Já me andava a apetecer há uns dias, e hoje finalmente tive tempo e oportunidade de o fazer. Tinha também uma cabeça de bróculo pequena no frigorífico que queria gastar e lembrei-me que era capaz de ficar interessante juntar ao falafel. Cozemos os bróculos até estarem bem tenros e enquanto eles cozinhavamos preparámos o acompanhamento. O P, que é o meu mega ajudante de cozinha, foi-me auxiliando em todo o processo :) 

 

Quando os bróculos já estavam bem cozidos, escorremo-los bem, e retirámos o excesso de água pressionando-os com um garfo no escorredor até ficarem em puré. Depois juntámo-los aos restantes ingredientes que já estavam no processador. A receita que geralmente sigo é esta, com alguns ajustes:

http://pureella.com/10-minute-falafel-cakes-with-creamy-lemon-tahini-dressing-vegan-and-gluten-free/

 

A minha versão leva grão escorrido, uma mão cheia de salsa, alho, cominhos, sal, pimenta e pimenta cayena. Hoje aumentei um pouco as doses de cominhos e sal para se sobreporem ao sabor dos bróculos, e usei 2 colheres de farinha (uma mistura sem glúten que fiz em casa) para não ficar tão mole. Não tinha arroz nem quinoa cozinhados portanto omiti esse passo, mas se tiverem, ficam com uma textura mais compacta, o que ajuda na parte de moldar e fritar. Não usei cebola. Aliás, excepto em alguns refogados, geralmente não uso cebola porque não sou muito fã. Depois de juntar os ingredientes no processador e de pulsar 2 ou 3 vezes, juntei os bróculos e continuei a triturar até ficar uma espécie de pasta, mas com alguns pedacinhos ainda visíveis.

 

Em seguida, moldámos o preparado em pequenas bolas, que depois achatámos ligeiramente, e levámos a fritar numa frigideira, com um pouco de óleo de sésamo. Bastam 2 minutos de cada lado. Cuidado a virar, que são muito sensíveis. Estes especialmente por causa dos bróculos.

 

Quando temos mais tempo preferimos cozinhar o falafel no forno porque usamos menos gordura e ficam super estaladiços. São 20 mins num forno pré aquecido a 180o, virando a meio para tostar em ambos os lados ;)

 

Finalmente, preparei um molho de tahini (pasta de sésamo), com azeite, vinagre e sal, para colocar por cima do falafel. Usei cerca de 2 colheres de sopa de azeite, 1 de vinagre, 1 colher de chá de tahini e umas pedrinhas de sal. O falafel é maravilhoso já por si, mas este molho leva-o a todo um novo nível. 

 

Para acompanhar, uns legumes salteados, ou uma saladinha, et voilá. Um jantar saudável, e de revirar os olhos! :) As pupilas gustativas até batem palmas. E posso dizê-lo com toda a modéstia, porque a receita nem sequer é minha... sou só a mensageira.

 

 

1660732_10205064074615037_5961257193924458320_n.jp

 

 

Ingredientes (dão para cerca de 24 bolinhas):

1 lata de grão

1 molho de salsa

2 dentes de alho

1 e 1/2 colher de chá de sal

1 e 1/2 colher de chá de cominhos em pó

400g de bróculos cozidos

1 pitada de pimenta e pimenta de cayena

2 colheres de farinha sem gluten

Óleo de coco para fritar

 

Para o molho de tahini:

1/2 colher de chá de tahini

1 colher de sopa de azeite

1/2 colher de sopa de vinagre

Sal q.b.

 

 

Boas receitas!