Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

A minha Bolonhesa especial de corrida ;)

Toda a gente gosta de bolonhesa :) É um facto universal ;) Na 6ªf tive o meu irmão, cunhada e sobrinha a jantar lá em casa, e preparei-lhes a minha bolonhesa especial. Não sobrou nem um fio de massa para amostra. Até a pequenita repetiu ;) (piolha mais fofa da tia <3)

 

Tenho um truque muito simples. Começo por picar o alho (e a cebola, se quiserem), e frito-o um minuto num fio de azeite, antes de juntar a carne. Geralmente utilizo carne de bovino que peço para picar no talho. Fica muito mais saborosa, acreditem. Depois de refogar a carne uns minutos, junto os 2 ingredientes que na minha opinião fazem magia em qualquer molho de tomate: cerca de 5 ou 6 tomates secos, partidos em pedaços pequenos, e umas 8 ou 10 folhas de manjericão fresco, picadas. E para não estragar o suspense, anteriormente referi que fritava o alho em azeite, o que não é inteiramente verdade. Costumo usar um pouco do azeite que vem na lata do tomate seco (aprendi com o Jamie Oliver), que já vem aromatizado e que faz toda a diferença no sabor. Depois da dupla maravilha (tomate seco e manjericão), junto um pouco de vinho branco, que deixo borbulhar uns minutos para o alcool evaporar, uma lata de tomate pelado, que esmago com as mãos, polpa de tomate, sal, pimenta branca moída, oregãos e manjericão secos e uma curgete média ralada. Junto quase sempre um vegetal, de preferência um relativamente neutro como a curgete. Ajuda a suavizar o molho, torna-o mais rico em termos nutricionais, e faz com que a carne renda mais porque cria volume sem alterar muito o sabor. E para finalizar, junto um fio de vinagre balsâmico para cortar o ácido do tomate. Parece estranho, mas aprendi num programa de culinária, e a verdade é que resulta.

 

Depois é só deixar apurar, e corrigir sal e temperos se necessário. Enquanto a carne apurava, cozi a massa com um pouco de sal, até estar al dente, e no final escorri-a, deixando um pouco na água da cozedura. Juntei a carne, o molho, e cerca de meio pacote de queijo ralado sem lactose (geralmente nem utilizamos lá em casa, mas os convidados são fãs de queijo ;)), piquei mais algumas folhas de manjericão fresco para polvilhar por cima, e servi. 

 

Uma nota final. Eu utilizei esparguete normal, mas já fiz várias vezes com massa sem glúten e fica igualmente bom. Convém é ser comido na hora.

 

IMG_20151030_203945 b.jpg

 

Ingredientes (para 4 e meio, mas poderá alimentar 5 ou 6)

450g de carne de bovino picada

5 ou 6 tomates secos

1 lata de tomate pelado

Polpa de tomate (cerca de 200 ou 300 ml)

Vinho branco (200 ou 300 ml também)

1 curgete média

4 dentes de alho

Oregãos e manjericão seco

Manjericão fresco (cerca de 15 folhas)

Sal e pimenta a gosto

1 fio de vinagre balsâmico

1 pacote de esparguete

250 ou 300 g de queijo sem lactose

 

Boas receitas!