Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Salada de Quinoa com Pesto de Abacate

Esta é uma daquelas refeições que são super práticas e nutritivas, perfeitas para um almoço ou jantar rápido. Sempre que possível deixamos uma série de coisas cozinhadas/ organizadas no Domingo à noite, quer para levar para o almoço, quer para conseguirmos preparar refeições rápidas e nutritivas ao jantar, independentemente da hora que chegamos a casa. E do cansaço. Adicionalmente temos sempre legumes, vegetais e fruta frescos ou congelados - são absolutamente obrigatórios cá em casa. 

 

Este fim de semana que passou, entre outras coisas, cozemos 1 chávena grande de quinoa (que ficou a demolhar durante a noite) com pouco sal para poder utilizar em pratos salgados e doces (adoro comer papas de quinoa ao pequeno almoço), e um frasco de pesto de abacate tão grande que deu para o almoço e jantar de Domingo e ainda há suficiente para mais 3 ou 4 refeições. Aliás, a ideia é que metade das refeições da semana levem quinoa e/ou o pesto de abacate, conjugados com outros ingredientes que temos preparados, no frigorífico ou na despensa, para que o tempo de preparação das refeições seja mínimo. Acreditem que vale a pena as 2 horas que passamos na cozinha ao Domingo ;)

 

Para fazer o pesto de abacate precisei de 2 abacates maduros, 1 punhado de manjericão fresco, 2 dentes de alho, 1 limão, levedura nutricional (caso prefiram podem usar queijo ou omitir), 1 fio de azeite, sal, pimenta e água. Muito simples :) Com a ajuda do amigo processador de comida, bati os abacates com o manjericão, o alho, o sumo do limão, cerca de 2 colheres de sopa de levedura nutricional, 1 fio de azeite, uma pitada de sal e pimenta e um pouco de água. Liguei o processador, e fui acrescentado água até ficar cremoso. A textura ideal é a de um molho grosso/ quase uma pasta ou patê. Desta forma, podem utilizá-lo como molho para saladas ou massas, barrar no pão, etc. Caso precisem que ele fique mais líquido, podem acrescentar um pouco de água.

 

Para servir a salada, coloquei num prato fundo um restinho de alface e legumes que tinham sobrado de refeições anteriores, aos quais juntei 4 colheres de sopa de quinoa, 2 colheres de sopa do pesto de abacate, chucrute, sementes de sésamo e passas. Podem usar outros ingredientes, mas sugiro que experimentem a combinação do pesto com a quinoa, e as sultanas. Fica divinal ;)

 

DSC01450 c.jpg

 

 DSC01456 c.jpg

 

 

 

Caso não sejam fãs de quinoa ou não tenham em casa, podem sempre optar pela versão mais tradicional e juntar o pesto a um prato de massa, acrescentar couve salteada, lentilhas, e algumas sementes... Mais simples não há ;)

 

DSC01460 b.jpg

 

 

Ingredientes: (jantar para 2)

8 colheres de sopa de quinoa cozida

6 colheres de sopa de pesto de abacate*

Sementes de sésamo pretas

Salada/ legumes a gosto

Sultanas amarelas

Chucrute

 

Pesto de Abacate (Vegan)*:

2 abacates maduros

1 molho de manjericão

2 dentes de alho

Sumo de 1 limão

Levedura nutricional (caso prefiram podem usar queijo/queijo vegan ou omitir)

1 fio de azeite

Sal e pimenta

Água (cerca de 1 copo)

 

Para preparar a salada, colocar a alface e/ou legumes num prato ou taça, juntar a quinoa, o chucrute, algumas colheres de pesto, e polvilhar com as sementes de sésamo e as sultanas. 

 

Boas receitas!

Guardar

Caril de Grão (sem Leite de Côco)

Acho que a receita que mais fazemos lá por casa no Inverno é caril. De qualquer forma e feitio. É um prato prático de fazer, saudável, e que se pode tornar muito barato, especialmente se estivermos a falar das versões vegetarianas. Se usarem legumes da época, e grão ou lentilhas, conseguem fazer uma refeição nutritiva para vários dias por meia dúzia de euros ;) win-win. Já para não falar que não há nada mais confortante no Inverno que um prato fumegante de caril com arroz basmati.

 

Geralmente juntamos todos os legumes que temos no frigorífico, sem discriminação, mas tendemos a recair muito sobre a couve flor, abóbora, curgete e aipo porque temos quase sempre uma combinação dos 4 no frigorífico, e porque funcionam maravilhosamente com tudo. Costumo utilizar leite de côco no caril, mas neste caso, já os preparativos iam a meio, apercebi-me de que não tinha leite de côco, e o improviso ficou tão bom que tive de partilhar ;)

 

Começei por picar um dedo de gengibre e curcuma em fatias pequenas, e saltear uns minutos com uma colher de chá de óleo de côco, e muitas especiarias!! Usei anis, funcho, cardamomo e pó de caril,mas podem adaptar ao que tiverem disponível em casa. Fritei tudo uns minutos, acrescentei uma chávena de leite de arroz, e deixei apurar. Como usei as especiarias quase todas inteiras ou em semente, escorri o molho (que no fundo não é mais do que um leite dourado com caril ;)) e reservei.

 

No mesmo tacho coloquei uma abóbora manteiga picada - como é orgânica, mantive a casca - 5 ou 6 talos de aipo picados, e uma curgete. Juntei sal e pimenta, tapei, e cozinhei os legumes 10 ou 15 minutos antes de juntar 1 lata de grão escorrida e lavada, e o molho de caril. E para o toque especial, juntei uns 8 alperces secos picados em pedaços pequenos. Se não tiverem alperces, sugiro passas, ameixas secas ou manga (como neste caril de perca). Entretanto juntei um pouco de água, corrigi os temperos e cozinhei tudo mais 10 minutos até ficar com aquela textura encorpada que eu gosto no caril. Mesmo no final, uns minutos antes de desligar, juntei umas folhas de tomilho fresco.

 

O tempo de cozedura pode e deve ser ajustado ao vosso gosto. Poderão cozinhá-lo menos tempo caso prefiram os legumes mais crocantes, e o molho mais líquido. Até chegar à textura que eu gosto, com um molho a tender para o grosso e os legumes bem cozidos, levou cerca de 25-30 minutos no total. Espero que gostem, fico a aguardar o vosso feedback!!

 

IMG_20180111_091918 d.jpg

 

IMG_20180111_091920 c.jpg

 

Ingredientes:

1 colher de chá de leite de côco

1 chávena de leite de arroz

1 dedo de gengibre e curcuma picados

Anis, funcho, cardamomo - cerca de 1 colher de chá rasa de cada

2 colheres de chá de pó de caril

1 abóbora manteiga

5 ou 6 talos de aipo

1 curgete média

1 lata de grão

8 alperces secos

Tomilho fresco

Sal e pimenta

Água

 

Saltear as especiarias uns minutos, juntar o leite de arroz, apurar, escorrer e reservar. No mesmo tacho cozinhar os legumes uns minutos, juntar o grão, o molho de caril, os alperces secos, sal, pimenta, água, e cozinhar 10 ou 15 minutos. Servir bem quentinho, sobre uma cama de arroz basmati.

 

Outras sugestões: 

Caril de Grão e Cogumelos

Caril de Lentilhas com Couve Flor e Abóbora

Caril de Perca com Camarão e Manga

Caril de Legumes com Tofu

 

Boas receitas!

 

 

Zoodles de Frango com Pesto

Fiz este prato há alguns meses mas nunca me vou esquecer dele. Primeiro porque o fiz para uns amigos muito especiais, e segundo porque foi nesse fim de semana que o P me pediu em casamento, no dia 23 de Abril de 2017. Casámos a 9 de Setembro. Os meses entre um e o outro foram um turbilhão como devem imaginar. De felicidade, e de stress para organizar tudo em 4 meses!!

 

Enfim, nostalgia à parte, queria levar um dos meus pratos saudáveis para a minha Inês porque ela segue o meu blog há imenso tempo e é uma das minhas maiores fãs, e uma amiga querida há muitos anos. Aliás, todo o fim de semana foi gastronómico, eu prometi-lhe e ao seu maridão André que ia fazer algumas das minhas receitas que eles tanto gabam, entre elas estas panquecas (as fotos foram tiradas na casa deles), este snack de grão, e estas bolachas de amêndoa e cacau.

 

Para a receita de abertura do fim de semana fiz os zoodles com frango, que levámos semi preparados. Usámos 2 curgetes espiralizadas, 2 ou 3 peitos de frango partidos em tiras, algumas colheres de sopa de molho pesto bio sem lactose (conseguem encontrar alguns pestos muito bons sem lactose nas lojas de produtos orgânicos), levedura nutricional, e sementes de girassol. Simples, simples. Quando chegámos foi só fritar o frango com 1 fio de azeite e sal, envolver os zoodles no molho pesto, juntar o frango, polvilhar com a levedura e as sementes, e servir. Servimos acompanhado de uma salada de espinafres, porque um verde calha sempre bem :)

 

Vou para sempre lembrar-me desta receita com muito carinho. Pela companhia, e pelo significado ;)

 

IMG_20170422_141647 b.jpg

 

IMG_20170422_141706 b.jpg

 

IMG_20170422_145507_136 b.jpg

 

Ingredientes:

2 curgetes espiralizadas

2 ou 3 peitos de frango

3 colheres sopa de molho pesto

2 colheres de sopa de levedura nutricional

Sementes de girassol a gosto

Azeite e sal

 

Espiralizar a curgete, juntar o molho pesto, envolver bem e reservar. Fritar as tiras de frango apenas com um fio de azeite e sal. Colocar por cima da curgete, e polvilhar com com a levedura e sementes de girassol. Servir acompanhado de uma boa salada de espinafres.

 

Boas receitas!