Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Tapioca de "caramelo"

Na verdade esta tapioca não leva caramelo, mas a consistência e aparência são tão semelhantes, e ficou tão rica e docinha, que passa bem por caramelo ;)

 

Finalmente consegui encontrar tapioca granulada. Com a moda recente de crepes de tapioca - e não só - tem andado esgotada nos sítios onde habitualmente faço compras. No fim de semana passado lá a encontrei num sítio não habitual, e abasteci-me para várias semanas/ meses ;)

 

Na estreia, optei por fazer um simples pudim de tapioca para o P matar saudades dos sabores da sua infância. Numa versão à la receitas tolerantes.

 

Começei por demolhar 125 g de tapioca granulada em 600ml de leite de alpista (poderão usar outro leite vegetal). Deixei tapado, à temperatura ambiente, cerca de 4h, até a tapioca absorver o líquido. É fantástica a capacidade de absorção daquelas mini esferas ;) 

 

Findas as 4 horas de espera, levei o preparado ao lume, juntando 3 paus de canela, 2 vagens de cardamomo, e 2 copos de água, e deixei cozinhar, mexendo sempre. Se não o fizerem, vai pegando ao fundo. Passados cerca de 10 minutos, quando as bolinhas começaram a ficar translúcidas, retirei os paus de canela e cardamomo, e juntei 100g de açúcar de côco e 1 colher de sopa (peneirada, para não criar grumos) de amido de milho e continuei a mexer mais 5 minutos até ficar tudo incorporado e o amigo de milho exercer a sua magia e engrossar o "pudim". Por fim, retirei do lume e juntei canela em pó. Se preferirem, podem juntar umas gotinhas de limão, para cortar o "doce", mas nós optámos pela versão mais doce. Até porque o limão estava esgotado na nossa despensa ;)

 

Podem comê-la fresquinha, depois de a levar ao frigorífico, ou diretamente do taço, ainda morna, como os gulosos cá de casa fizeram. E que belo lanche... uma taça morna de "caramelo" docinho.

 

IMG-20161127-WA0009.jpg

 

Ingredientes:

125g de tapioca granulada

600 ml de leite vegetal

2 copos de água

3 paus de canela

2 vagens de cardamomo

1 colher de sopa de amido de milho

Canela em pó a gosto (eu usei 1 colher de chá)

 

Boas receitas!

Trufas de Castanha e Frutos Secos

Ultimamente tenho andado muito gulosa. Continuando no mesmo registo, mas sem fugir à tradição de S. Martinho, na 6ª feira passada decidi fazer umas trufas de castanhas. Ou brigadeiros, se preferirem. Mas muito mais saudáveis e nutritivos.

 

Comecei com cozer 350g de castanhas congeladas com erva doce, cravinho e cardamomo. Deixei-as cozer cerca de 10 minutos, e enquanto arrefeciam, triturei 100g de frutos secos que tinha deixado a demolhar durante a noite no processador de comida. Não consigo precisar as quantidades de cada, mas incluía nozes, nozes de macadâmia e avelãs, na proporção de (aproximadamente) 1/3 de cada. Aos frutos secos juntei 5 tâmaras medjool que hidratei em água durante 5 minutos, e ainda 150g de pasta de tâmaras, e bati tudo na máquina até formar uma pasta. A esta mistura juntei as castanhas (sem as especiarias), e voltei a triturar tudo muito bem.

 

O preparado ficou demasiado mole para moldar, mesmo levando ao frigorífico durante meia hora, e portanto acabei por juntar mais 1 chávena de farinha e envolver à mão. Depois de voltar a refrigerar durante umas horas, moldei as bolinhas e passei-as por uma mistura de amêndoa e linhaça moída.

 

Et voilá. Foram um grande hit! Docinhos de S. Martinho, saudáveis e nutritivos! (quase que conta como um verso, não? ;))

 

Da próxima, vou experimentar fazer um bolo de castanhas e frutos secos, também deve ficar muito bom :)

 

IMG-20161112-WA0000.jpg

IMG-20161112-WA0005.jpg

 

 

Ingredientes (deu para cerca de 20 trufas):

350g de castanhas piladas (cruas ou congeladas)

Erva doce a gosto, cravinho (2) e cardamomo (3)

100g de frutos secos (usei uma mistura de nozes, nozes de macadâmia e avelãs)

5 tâmaras + 150g de pasta de tâmaras

1 chávena de farinha de amêndoa

Amêndoa e linhaça para envolver

 

Boas receitas!

Scones de Limão e Gengibre

... mas dos saudáveis!! ;) Não tem pinga de lactose, açúcares refinados, e glúten só na aveia. Se substituírem por aveia sem glúten, fica a questão resolvida :)

 

São tão fáceis de fazer que vale bem a pena acordar 5 minutos antes para os preparar. Enquanto estão no forno têm tempo de se arranjar, e depois ainda os conseguem comer morninhos ;)

 

Na noite anterior coloquei 4 colheres de sopa de aveia, 2 de côco ralado e 2 de linhaça a hidratar com um copo de leite de quinoa [podem usar qualquer leite vegetal ao vosso gosto].

 

De manhã juntei-lhes raspas de 1 limão, um pouco de gengibre fresco ralado (não mais que a pontinha de um dedo), 1 chávena de farinha de teff, que podem substituir por farinha de côco ou outra que prefiram e 2 colheres de sopa de geleia de côco.

 

E depois, metam as mãos na massa. Literalmente. Amassem 2 minutos à mão, e coloquem no tabuleiro deviamente untado com óleo de côco, e coloquem umas sementes por cima. As sementes servem o duplo propósito de os tornar mais bonitos e mais nutritivos! :)

 

Cozinhei-os numa das prateleiras de cima, para não queimar, no forno pré-aquecido a 180º (ligar o forno foi a 1ª coisa que fiz quando entrei na cozinha). 20 minutos depois, dling! Scones quentinhos para o pequeno almoço.

 

IMG-20161111-WA0015.jpg

IMG-20161111-WA0028.jpg

 

Ingredientes:

4 c. sopa de aveia

2 c. sopa de côco ralado

2 c. sopa de linhaça

1 copo de leite de quinoa (ou outro leite vegetal).

 Raspas de 1 limão

Gengibre fresco ralado a gosto 

1 chávena de farinha de teff (ou outra que prefiram)

2 colheres de sopa de geleia de côco

Sementes de abóbora e girassol

Óleo de côco

 

 

Boas receitas! E bom fim de semana :)

Salmão com Legumes e Leite de Côco

Este fim de semana passámos pela loja do Ikea, onde aproveitámos para nos abastecer de salmão. Comprámos lombos de salmão, salmão fumado e camarão congelado. Passando a publicidade, o salmão deles é produzido em aquaculturas responsáveis e todo o arenque e camarão são provenientes de pesca sustentável. A comer salmão, prefiro que não seja tão prejudicial para o planeta, e portanto aproveitámos e comprámos uma boa quantidade para ter em casa.

 

Inspirada pela receita de salmão gratinado que a Filipa Gomes apresentou no showcooking este Domingo, também no Ikea, tentei fazer uma versão mais saudável e sem lactose, aproveitando os lombos de salmão que tínhamos comprado. Comecei por colocar cenoura, raiz de aipo e batata laminados no fundo de um pirex (devidamente untado com um fio de azeite). Por cima, coloquei 1 pimento vermelho bem picadinho e 1 tomate coração de boi - madurinho e sumarento - que comprei na banca da Quinta da Pedra Branca no Organii Ecomarket que decorreu este fim de semana no LX Factory.

 

Por cima desta bela cama de legumes, coloquei os lombos de salmão, alguns camarões congelados, e temperei com curcuma (vulgo acafrão das índias), sal, uma pitada de pimenta branca, um pouco de salsa, e juntei 1 lata de leite de côco. Acrescentei também um pouco de água,  porque queria que ficasse com molho, como se fosse uma caldeirada, mas com o delicioso sabor do côco.

 

Levei o pirex ao forno pré-aquecido a 180º, nos primeiros 30 minutos coberto com papel de prata, e depois destapei, aumentei a temperatura para 200º e deixei cozinhar mais 20 minutos. Entretanto, nesta fase aproveitei para virar o salmão e pressioná-lo um pouco contra o "molho", para evitar que secasse. 

 

Não consigo descrever o cheirinho que estava pela casa. O salmão estava húmido, e com aquele sabor levemente adocicado do côco, complementado pela curcuma e pelo pimento. Maravilhoso. Uma espécie de caldeirada (como era o objectivo), mas com o toque mais exótico ;)

  

IMG-20161109-WA0026.jpg

 

 Antes de ir ao forno:

 

IMG-20161109-WA0015.jpg

 

 

Ingredientes:

4 lombos de salmão

1 ou 2 mãos cheias de camarão congelado sem casca

1 tomate coração de boi

1 raiz de aipo pequena

2 cenouras

5 ou 6 batatas (médias)

1 pimento vermelho

1 lata de leite de côco

1 molho pequeno de salsa

1 colher de chá de curcuma em pó

Sal e azeite q.b.

 

Fico à espera do vosso feedback.

 

Boas receitas!

Quadradinhos de Aveia e Canela

Esta receita é tão mas tão simples, e tão mas tão boa, que é até perigosa. FUJAM!! ;) Leva apenas 6 ingredientes - aveia, farinha de milho, xarope de ácer, óleo de côco, baunilha e canela - e demora cerca de 5 mins a preparar. Mais simples não há.

 

É só juntar os ingredientes todos (eu juntei um pouco de pasta de baunilha, mas poderão omitir), colocar num tabuleiro, calcando bem para ficar com cerca de 5 cms de espessura, e levar ao forno pré-aquecido 20 minutos, a 180º, e estão prontas :)

 

Não se armem é em gulosos e deixem-nas arrefecer bem antes de cortar e comer, caso contrário desfazem-se. No final, polvilhei com um bocadinho mais de canela - porque sou viciada - mas fica ao vosso critério :) 

 

Poderão também juntar passas, sementes, mas eu optei pela versão mais simples, e que não desilude nem um bocadinho. A farinha de milho é chave, na minha opinião. Como é doce, dá às bolachas um toque mais decadente, assim num misto entre a "areia", e a bolacha tradicional de aveia, quase amanteigada, sem o ser.

 

Espero que gostem, fico a aguardar feedback, e eventuais adaptações com os vossos ingredientes preferidos.

 

IMG-20161106-WA0062.jpg 

 

IMG-20161106-WA0055.jpg

 

IMG-20161106-WA0065.jpg

 

 

Ingredientes:

2 chávenas de farinha de milho

2 chávenas de aveia

2/3 de chávena de xarope de ácer

1/2 de chávena de óleo de côco

1/2 colher de café de pasta de baunilha

Canela a gosto

 

Boas receitas, bem docinhas para aquecer estes dias frios!!! 

Hambúrguers de Feijão Branco e Talos de Rábano

Esta receita tem algumas semelhanças com o falafel, numa versão ligeiramente mais picante, mas igualmente, senão mais deliciosa!! O rábano, para quem não conheçe, é muito parecido com o nabo. Na comida japonesa costuma ver-se muito, são aqueles fios brancos que servem a acompanhar o sushi (se não são, perdoem-me a falha, mas é a isso que sabe). 

 

Nesta receita não usei o rábado em si, mas sim os talos, que são ligeiramente picantes. Usei também uma mão de aipo (as folhas, não a raiz), que juntei no processsador com os talos de rábano e com uma lata de feijão branco bem lavado, e triturei até formar uma pasta. A esta pasta mistura juntei o sumo de meio limão, 1 colher de chá de tahini, 2 colheres de chá de cominhos, 1 de coentros em pó e uma pitada de pimenta branca e sal. Triturei mais uns minutos, juntei 1 colher de sopa de farinha sem glúten, e envolvi bem.

 

Levei o preparado uns minutos à frigideira, com um fio de azeite, para engrossar um pouco antes de formar "hambúrgers" e levar ao forno, polvilhados com sementes de linhaça, para lhes dar um "extra" em termos de textura e de valor nutricional ;)

 

Estiveram no forno cerca de 20 minutos, e mais 10 do outro lado (a 180º em forno pré-aquecido), para ficarem douradinhos de ambos os lados. Comemo-los acompanhados de uma salada de rábano, cenoura e cogumelos shitake (inspirada por uma maravilhosa receita de wraps da Joana Limão) e cuscus de espelta (comprei na Área Viva, no Continente) temperados com um fio de azeite e sal. E que delícia que eles estavam!!

 

IMG-20161106-WA0075.jpg

 

Ingredientes:

1 lata de feijão branco

Talos/ folhas de 1 rábano roxo

1 mão cheia de folhas de aipo

Sumo de 1/2 limão

1 colher de sopa de tahini

1 colher de sopa de farinha (usei um preparado sem glúten, mas poderão usar uma farinha a gosto)

2 colheres de chá de cominhos

1 colher de chá de coentros em pó

1 pitada de sal

1 fio de azeite (e mais um pouco para forrar o tabuleiro)

Linhaça a gosto

 

Boas receitas, e boas experiências com legumes novos e diferentes ;)

Bolachas de Dióspiro (sem lactose nem glúten)

Os últimos dias tenho andado meia em baixo de forma (ainda estou) pelo que não consegui publicar esta receita antes. Mas assim foi da forma que criei suspense ;) Estão super curiosos não estão? :)

 

Fiz as bolachinhas para um lanche de família que tive no feriado. Foi tão bom. Daqueles lanches onde revemos família que está longe, e matamos saudades dos tios e primos que infelizmente, vemos menos do que gostaríamos. Alimentou-me a alma :)

 

No fim de semana anterior tinhamos ido a casa dos pais do P, que têm um diospireiro. E como está mesmo na época deles, trouxemos uns quantos bem madurinhos, prontos a comer. Para esta receita usei 2 diospiros gorditos. Retirei a polpa e coloquei no processador de comida com 1 colher de chá bem cheia de canela, 1 colher de sopa de linhaça que hidratei em 4 colheres de sopa de água (preparei uns minutos antes de começar a receita, para dar tempo de absorverem a água e funcionarem como substitutos dos ovos, ou como "cola" para unir a receita), uma pitada de noz moscada e cravinho, 1 chávena de farinha de amêndoa, 1/2 chávena de farinha de milho e outra de xarope de ácer. Por fim adicionei 1 colher de sopa de óleo de côco e 1 colher de café de pasta de baunilha.

 

Bati tudo no processador, levei a forno 15 minutos a 180º, e deixei arrefecer bem antes de os retirar do tabuleiro. Como são bastante chewy (a textura ficou estilo brownie por dentro - um delicioso brownie de diospiro com canela, nham nham), podem desfazer-se se lhes mexermos demasiado cedo.

 

Dica para os mais gulosos (houve 2 que se manifestaram na festa ;)), se acharem que estão pouco doces, coloquem um fio de mel ou de geleia de côco por cima!! :)

 

Fora os 2 gulosos que se manifestaram contra o nível de açúcar, as bolachas foram um sucesso e desapareceram num piscar de olhos ;)

 

Fico à espera que as experimentem e me digam que acharam!! :)

 

IMG-20161101-WA0019.jpg

 

 

IMG-20161101-WA0032.jpg

 

Ingredientes:

2 dióspiros sem casca

1 colher de chá bem cheia de canela

1 colher de sopa de linhaça + 4 colheres de sopa de água

1 chávena de farinha de amêndoa

1/2 chávena de farinha de milho

1/2 chávena de xarope de ácer

1 colher de sopa de óleo de côco

1 colher de café de pasta de baunilha

1 pitada de noz moscada e cravinho

 

Boas receitas!