Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Mousse de Abacate, Cacau e Açaí

Queria muito que esta mouse tivesse ficado com um tom mais avermelhado - estilo red velvet versão mousse de chocolate - mas não estava destinado. O sabor do açaí ficou abafado pelos restantes ingredientes, assim como a cor. Talvez numa próxima, com açaí congelado e menos abacate e banana, consiga o efeito desejado. Em termos de sabor, e de cor.

 

De qualquer forma, ficou deliciosamente saborosa. É uma sobremesa super fácil de fazer e - embora não necessariamente menos calórica - mais nutritiva que a tradicional mousse de chocolate.

 

Se não tiverem um processador de comida também poderão esmagar os ingredientes todos à mão, poderá é não ficar tão cremosa. Eu limitei-me a colocar os ingredientes todos no processador - as bananas, o abacate, o açaí, o cacau, o xarope de ácer, a baunilha, a água e uma ou 2 nozes picadas - e triturar até ficar uma mistura bem cremosa.

 

Por fim, salpiquei com o resto das nozes picadas e levei ao frigorífico durante a noite. No dia seguinte estava perfeita. Recomendo comê-la bem fresquinha.

 

Esta versão não estava especialmente doce, podem ajustar ao vosso gosto adicionando mais xarope de ácer. Ou menos, se preferirem ;)

 

 

20160922_091453 b.jpg

 

 

Ingredientes:

2 bananas maduras

2 abacates maduros

15g de açaí em pó

7 colheres de sopa de xarope de ácer

1 colher de chá de pasta de baunilha

2 colheres de sopa de cacau e pó

1 chávena de café com água

Nozes picadas

 

Boas receitas!

 

(2 acompanhamentos simples e confortantes) (1) Palitos de Batata Doce e Abóbora e (2) Favas com Couve Portuguesa

Agora que o Outono chegou oficialmente podemos começar a pensar em pratos mais confortantes, daqueles que nos enchem o estomâgo, e a alma. Este acompanhamento entra nessa categoria. A batata doce e abóbora assadas no forno com ervas aromáticas, sal e azeite são - para mim - bem mais satisfatórias que qualquer prato de batatas fritas, e com metade da culpa.

 

A receita é do mais simples que há. Descasquei e laminei 1 batata doce grande e uma abóbora okaido média (sou só eu que acho que o sabor da abóbora okaido faz lembrar a batata doce?), coloquei ambas numa bacia e reguei-as com um bom fio de azeite, sal marinho e bastantes ervas aromáticas. Eu usei oregãos, alecrim, e segurelha, mas poderão usar outras ervas a vosso gosto.

 

Depois de envolver tudo muito bem, levei ao forno a 180º durante cerca de 40 mins. Aconselho deixá-los repousar uns minutos antes de tentarem tirar os palitos do tabuleiro. Quando estão muito quentes, há partes que ficam coladas ao tabuleiro, e poderão desfazer-se se lhes mexermos. 

 

Simultâneamente, salteei um saco de couve portuguesa congelada (geralmente quando vamos a casa dos pais do P trazemos muita couvinha da boa, que arranjamos e congelamos para ir utilizando) e um restinho de favas com 2 colheres de tamari (podem usar molho de soja normal, se não tiveres restrições com o glúten), algumas gotas de vinagre de arroz e bastantes cominhos em pó, que é o ingrediente que melhor combina com favas, na minha opinião. Basta deixá-los saltear 10 ou 15 minutos, até as couves e favas estarem cozinhadas, mas sem ficarem demasiado moles e sem graça. A textura quer-se ligeiramente crocante. Acreditem que fica delicioso :)

 

Para acompanhar, idealmente juntar-lhes-ia umas bolinhas de falafel ou um hamburger de salmão (sugestão da minha querida Homemade Gourmet), tenho a certeza que teria ficado perfeito ;) Mas o amor também é, em parte, fazer concessões. E portanto, apesar de eu não ser especialmente fã de carne, grelhei umas febras para mim e para o P, que tem tendências mais carnívoras que eu... Ele come todos os pratos "estranhos" que eu preparo, mesmo os que correm mal, sem sequer piscar os olhos, portanto se em troca tiver comer uma ou duas febras de vez em quando, não estou nada mal servida :)

 

IMG-20160921-WA0015 b.jpg

 

IMG-20160921-WA0013 b.jpg

 

Ingredientes:

1 batata doce grande

1 abóbora okaio média

1 colher de chá de oregãos secos

1 colher de chá de segurelha

1 colher de chá de alecrim

Azeite, e sal q.b.

 

Para as couves:

1 saco de couve portuguesa (cerca de 400g)

200 ou 300g de favas

2 colheres de sopa de molho de soja/ tamari para a versão sem glúten

5 ou 6 gotas de vinagre de arroz

2 colheres de chá de cominhos

Azeite, e sal q.b.

 

Boas receitas!

 

Gelado de Pinãcolada com 3 ingredientes

Chegámos à pouco dos Açores (já estou cheia de saudades!!) e, entre outras coisas, trouxemos connosco 2 ananazes super docinhos. Uma destas noite, em que estavam 40º à sombra, fiquei com vontade de comer um gelado e lembrei-me de fazer um, utilizando um dos ananazes que tinhamos trazido.

 

Comecei por descascar e partir o ananás em pedaços pequenos. Depois, bati-o com um pacote de creme de côco (250 ml), e 2 colheres de sopa de xarope de ácer, e umas pedrinhas de sal que realçam maravilhosamente o sabor do ananás. (Já experimentaram comer ananás com sal? é delicioso!!)

 

Depois coloquei nas formas e levei ao congelador. O que sobrou, bebemos como se fosse um smoothie gelado, e estava tão fresquinho que serviu o seu propósito :)

 

Os gelados infelizmente só pudémos experimentar no dia seguinte, mas ficaram um mimo. Frescos, docinhos, e super simples de fazer.

 

IMG_20170420_203708 b.jpg

 

 Como bónus, fiz um sumo de ananás com gengibre. Fervi as cascas do ananás em 2l de água, durante cerca de 10 minutos. Retirei as cascas, deixei arrefecer, juntei gengibre e guardei no frigorífico. Delicioso e light ;)

 

IMG-20160905-WA0015.jpg

 

 Ingredientes:

1 ananás dos Açores/ abacaxi (se não encontrarem o ananás)

250 ml de creme de côco

2 colheres de sopa de xarope de ácer

3 ou 4 pedrinhas de sal

 

Para o sumo:

Cascas do ananás

2l de água

Gengibre a gosto

 

Boas receitas!