Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Receitas Tolerantes

Sou uma entusiasta da cozinha e da alimentação saudável, e cozinho com amor :)

Salada de Tofu com Molho de Soja, Mel e Gengibre

Não costumo comer tofu com frequência. Costumava usá-lo ocasionalmente como alternativa ao queijo, em pratos de massa, mas desde que surgiram os queijos sem lactose tem sido cada vez mais raro. Um destes dias vi uma embalagem de tofu no Celeiro, e fiquei com saudades de uma bela carbonara de tofu, e foi com esse intuito que a comprei.

 

Não pondo essa ideia de parte - até porque ainda tenho cerca de 2/3 da embalagem no frigorífico, e almoço para 3 dias por fazer - ontem, num momento de inspiração de fim de tarde, lembrei-me de marinar o tofu (cerca de 120g) num molho que costumo utilizar muitas vezes para o salmão. Parti o tofu em cubos, coloquei-o numa taça e juntei uma colher de sopa de molho de soja, 1/2 colher de sopa de vinagre de arroz, 1 colher de chá de mel e uma pitada de gengibre em pó. E deixei repousar cerca de 20 minutos no frigorífico.

 

Quando o P chegou a casa, coloquei o tofu marinado numa frigideira, com um fio de óleo de sésamo e deixei fritar cerca de 2 minutos de cada lado. Enquanto fritava, lavei uma mão cheia de rúcola e outra de rebentos de agrião que comprei no Villa Bio (foto abaixo), e temperei com um fio de azeite e umas pedras de sal. Por fim, dispus o tofu por cima, e finalizei com o sumo de meia laranja (para as 120g de tofu foi o suficiente), e umas sementes de sésamo brancas. 

 

Ficou di-vi-nal!! Troco este tofu marinado por um bife qualquer dia da semana!! Experimentem que não se vão arrepender ;)

 

 

IMG_20160530_195410.jpg

 

IMG_20160530_185823.jpg

 

Ingredientes:

120g de tofu

1 colher de sopa de molho de soja

1/2 colher de sopa de vinagre de arroz

1 colher de chá de mel

Uma pitada de gengibre em pó

1 fio de óleo de sésamo

1 mão cheia de rúcola

1 mão cheia de rebentos de agrião

 Sumo de meia laranja

Azeite

Sal q.b.

 

P.s. - Para sobremesa, e porque a salada não era farta, e ainda tinhamos ambos uma aulinha de dança pela frente... fiz uma mousse de abacate e cacau (infelizmente não tirei fotos, mas há várias receitas por essa internet fora): misturei 1 abacate maduro com 2 colheres de chá de cacau em pó, e 2 colheres de sopa de xarope de ácer. Mousse instantânea, deliciosa e saudável ;)

 

Boas receitas!

Mousse de Cacau com Chia e Hortelã

Antes de avançarmos mais, têm de experimentar esta mousse com umas folinhas de hortelã, fica mara-vilhoso!!! E agora podemos continuar... ;) Fiz esta receita pela primeira vez há cerca de 3 anos, inspirada por uma mousse de chia da Mafalda, que entretanto não encontro. Mas no site dela têm muitas outras alternativas para se inspirarem ;)

 

Por alto, do que me recordo, a mousse original tinha chia, leite vegetal, uma pitada de cacau, e frutos vermelhos, e eu decidi transformá-la numa mousse de "chocolate", com sementes de chia. As sementes de chia, para além de terem uma série de nutrientes maravilhosos, têm a capacidade de absorver até 4 vezes o seu peso em líquido, ou seja, são uma otima alternativa para fazer mousses, sem recorrer a gelatina, agar agar ou outros métodos para engrossar líquidos. 

 

Este fim de semana, decidi "rever" a minha receita de mousse de chocolate com chia, para celebrar o regresso do P, que esteve 2 semanas fora em trabalho. 

 

Juntei no liquidificador 4 chávenas de leite de aveia, 2 colheres de sopa de cacau em pó, 50g de pasta de tâmaras (basicamente são tâmaras medjool que comprei já trituradas, aqui na Villa Bio), 6 colheres de sopa de xarope de ácer, e 1 colher de chá rasa de pasta de baunilha. Triturei tudo, coloquei numa taça, juntei 1 chávena de sementes de chia, e coloquei no frigorífico.

 

O importante neste tipo de mousses, é ir mexendo, caso contrário as sementes vão-se aglomerando, e ficamos com uma parte sólida e líquido por baixo. Vão mexendo cada 20/ 30 minutos, até as sementes absorverem totalmente o líquido.

 

Quando estiver pronta, é só colocar em tacinhas, juntar umas folhas de hortelã, e servir :) Acreditem que a hortelã faz TODA a diferença ;) ;)

 

 

IMG_20160529_141111.jpg

 

 

Ingredientes:

4 chávenas de leite de aveia

2 colheres de sopa de cacau em pó

50g de pasta de tâmaras

6 colheres de sopa de xarope de ácer

1 colher de chá rasa de pasta de baunilha

1 chávena de sementes de chia

Folhas de hortelã fresca

 

Boas receitas!

Húmus de Feijão Branco

Sabiam que o feijão branco é um dos alimentos de origem vegetal que contém mais ferro? Assim como a salsa e o sésamo. E que devem ser consumidos juntamente com vitamina c para facilitar a absorção do ferro pelo organismo?

 

Também não sabia, mas tenho andado a estudar a questão da anemia e do ferro... e lembrei-me fazer um húmus de feijão branco, que conjugasse alguns destes ingredientes, para ir comendo ao longo do dia. Na realidade, é um cruzamento entre húmus e falafel. A textura é a do húmus, mas usei maioritariamente ingredientes que me fazem lembrar o sabor do falafel. Aquela mistura do grão, com salsa e cominhos... hhmm, adoro. Com feijão também não ficou nada mal 😉

 

Esta receita demora 5 mins a fazer, e dá para servir como entrada num jantar, ou para comer ao pequeno almoço ou lanche, barrado no pão. Basta triturar uma lata de feijão branco escorrido com uma mão cheia de salsa, 1 colher de chá generosa de pasta de sésamo, outra menos generosa de cominhos, temperar com sal, pimenta branca e sumo de limão e triturar tudo até ficar cremoso. Depois é só servir, com legumes crus em tiras, tostinhas, ou barrar numa fatia de pão de avelãs e trigo sarraceno da Miolo e comer, como eu fiz ☺

 

Estava divinal, acreditem!

 

 

2016-05-28-15-56-22.jpg

 

IMG_20160527_175653.jpg

 

 Ingredientes:

1 lata de feijão branco

1 mão cheia de salsa

1 colher de chá cheia de pasta de sésamo/ tahini

1 colher de chá rasa de cominhos

Limão

Azeite

Sal e pimenta a gosto

 

Boas receitas!!

Mini "Quiches" de Espinafres, Cogumelos e Pimentos

Tenho visto muitas receitas deste tipo por essa internet fora. Há quem lhes chame mini-quiches, tortilhas, ou queques, eu optei pela 1ª alternativa, porque pus queijo creme no recheio e pareceu-me adequado ;)

 

Precisava duma receita que levasse espinafres porque ando em luta contra a anemia (beterraba, espinafres e agrião com fartura!!), e lembrei-me desta receita. Salteei 1/3 de uma caixa de cogumelos laminados, devidamente lavados e bem secos, com uma colher de chá de óleo de côco e 1 dente de alho picado. Passados cerca de 5 minutos juntei uma mão bem cheia de espinafres, 1/3 dum pimento vermelho pequeno laminado, alguns ramos de salsa picados e umas pedras de sal e deitei fritar mais uns minutos até os espinafres reduzirem de tamanho. Por fim, juntei uma colher de chá de queijo creme, envolvi e desliguei o lume.

 

De seguida, pincelei 4 formas de queque com azeite, e dividi os legumes entre as formas. Bati 2 ovos, e distribui por entre as formas. Coloquei uma colher de sopa de cada vez, para não correr o risco de transbordar, e para garantir que o ovo penetrava por entre os legumes entre cada colherada, ficando uniformemente distribuído :)

 

Por fim, polvilhei com cebolinho picado, e levei ao forno cerca de 15 minutos, a 180º, juntamente com 3 batatas doces pequenas.

 

 

IMG_20160526_221020.jpg

IMG_20160526_221048.jpg

 

 

Ingredientes (4 queques):

100g de cogumelos frescos laminados

1 mão cheia de espinafres baby

30/40g de pimento vermelho laminado

3 ou 4 ramos de salsa

1 colher de chá de óleo de côco

1 colher de quejo creme sem lactose

Cebolinho picado a gosto

1 dente de alho

2 ovos

Sal e azeite q.b.

 

Para acompanhar, a minha sugestão vai para a batata doce assada e uma saladinha de tomate, mas podem acompanhar com o que vos apetecer, ou comer como entrada ou snack!!

 

Boas receitas!

 

Panquecas de Aveia, Banana e Amendoim

Nada como umas belas panquecas para celebrar um feriado. Ou um fim de semana. Ou umas férias ;) Adoro dormir bem, acordar tranquilamente, e ter tempo para preparar um pequeno almoço dos deuses!!

 

Comecei por esmagar uma banana da madeira, e juntar 3 colheres de sopa de aveia, 1 colher de sopa de linhaça, uma colher de chá bem cheia de manteiga de amendoim, e cerca de 1/4 da mesma colher de pasta de baunilha. Misturei bem, e juntei leite, o suficiente para cobrir a mistura. Usei leite de arroz, mas poderão usar outro a vosso gosto.

 

Por fim, engrossei um pouco a mistura com uma colher de sopa de farinha (eu usei uma mistura sem glúten que tinha em casa, mas podem usar qualquer outra farinha), e cozinhei as panquecas numa frigideira com um pouco de óleo de côco.

 

[Update (de remakes posteriores ;)): quanto mais pequenas as fizerem mas fácil fica de as virar, e quanto mais banana usarem, mais farinha recomendo que adicionem, caso contrário as panquecas ficam muito moles e desfazem-se facilmente. Poderão também juntar um ovo, que facilita todo o processo. Mas caso as queiram manter vegan, usem 1 colher de sopa de farinha para 1 banana pequena, 2 colheres de farinha para 2 bananas pequenas ou para uma média/ grande, e por aí fora.]

 

Para acompanhar, fiz uma calda de morangos, e um sumo ABC porque precisava dum boost de ferro. A calda preparei antes das panquecas, para ficar tudo pronto ao mesmo tempo. Comecei por lavar e cortar cerca de 150g de morangos, e colocar num tacho pequeno com água suficiente para cobrir os morangos quase na totalidade. Juntei 3 colheres de sopa de xarope de ácer e deixei cozinhar durante cerca de 15/ 20 mins, que foi o tempo total de preparação das panquecas e do sumo.

 

Para o sumo ABC - têm uma receita duma versão ligeiramente diferente aqui - lavei e cortei uma beterraba média, 2 cenouras pequenas, e 2 maçãs granny smith e coloquei tudo na máquina de fazer sumos. Nada mais fácil!! ;) Prefiro utilizar maçãs granny smith nestes sumos dado que a acidez ajuda a contrabalançar o sabor adocicado da beterraba e da cenoura, e disfarça muito bem o sabor da beterraba, para quem não é apreciador. Experiementem, a sério que é delicioso.

 

Assim que as panquecas estavam prontas, desliguei a calda e tranferi-a para uma taça. Como utilizei menos de metade da calda, o que sobrou guardei no frigorífico para barrar em torradas ou utilizar numa outra sobremesa nos próximos dias.

 

Estas panquecas comem-se muito bem sem calda, portanto podem saltar esse passo. Em alternativa, têm sempre as compotas de compra, ou fruta fresca e um fio de xarope de ácer :)

  

 

 

 

IMG_20170325_123232 b.jpg

  

 Ingredientes:

1 banana da madeira pequena

3 colheres de sopa de aveia

1 colher de sopa de linhaça

1 colher de chá de manteiga de amendoim

1/4 de colher de chá de pasta de baunilha (ou uma de extrato)

Cerca de 1/2 chávena de leite

1 colher de sopa de farinha à escolha (eu usei uma mistura sem glúten)

Opcional: 1 ovo

 

Para a calda:

150g de morangos

3 colheres de sopa de xarope de ácer

Água

 

Sumo ABC:

1 beterraba média

2 cenouras pequenas ou uma média

2 maçãs granny smith

 

E voilá, pequeno almoço dos deuses, para celebrar o feriado religioso ;)

 

Boas receitas!

 

Papas de Aveia com Quinoa Tufada

Isto das “overnight” oats foi das melhores coisinhas que foram inventadas nos últimos anos, na minha opinião. 5 minutos de preparação à noite, e de manhã temos um pequeno almoço saudável e nutritivo, sem esforço nenhum. Basta acrescentar fruta a gosto, e comer :)

 

Esta é mais uma das milhentas formas como gosto de preparar a minha aveia. Desta vez utilizei leite de arroz e chocoquinoa da Isola Bio, que comprei na Villa Bio.

 

Ontem à noite coloquei numa taça 3 colheres de sopa de aveia, 1 colher de sopa de sementes de chia, ½ colher de sopa de sementes de cânhamo, e a mesma quantidade de uma mistura de maca, cacau e mesquite (mistura corpo e mente up, da Föld, que comprei na farmácia - foto abaixo). Por fim acrescentei meia dúzia de amêndoas laminadas e cerca de 1 colher de chá de xarope de ácer, antes de levar ao frigorífico.

 

De manhã, juntei uma mão – pouco cheia – de quinoa tufada, que comprei também na Villa Bio (foto em baixo), 1 banana da madeira e um kiwi, ambos bem madurinhos, como eu gosto ;)

 

20160525_090458 b.jpg

20160525_091758.jpg

20160525_091837.jpg

 

 

Ingredientes:

3 c. de sopa de aveia

1 c. de sopa de chia

½  c. de sopa de cânhamo

½  c. de sopa de maca, cacau e mesquite (am alternativa podem usar a mistura de macaccino da iswari)

½  c. de sopa de cânhamo

½  c. de amêndoas laminadas

1 colher de chá de xarope de ácer

1 mão de quinoa tufada

1 banana pequena

1 kiwi maduro

 

Boas receitas!

 

 

Bolo de Ananás (quase) sem Açúcar

Fiz este bolo para o aniversário da minha mãe, que é diabética. Tentei substituir o açúcar por alternativas mais toleradas por diabéticos, mas como a receita leva a calda do ananás, não foi 100% eficaz. 

 

Dado que a minha mãe é muito tradicional na cozinha, queria fazer um bolo que se parecesse com o mais possível com o bolo de ananás caramelizado, que ela adora. A receita que segui foi a do site Petiscos: 

http://www.petiscos.com/receita.php?recid=26993&catid=30

 

Em vez de caramelo, utilizei xarope de ácer, apenas o suficiente para cobrir o fundo, e em vez das 150g de açúcar utilizei 125g de açúcar de côco, que tem um baixo índice glicémico. Margarina, usei sem lactose, para poder comer também ;) O resto da receita, segui à risca. 

 

Comecei por bater as gemas com o açúcar até ficar cremoso, e fui juntando aos poucos a farinha com o fermento, alternando com a calda do ananás. Entretanto, e enquanto batia as claras em castelo na batedeira, forrei uma forma com um pouco de manteiga sem lactose, cobri o fundo com xarope de ácer e dispus o ananás por cima. Quando as claras estavam no ponto, incorporei na restante mistura, sem mexer em demasia para as claras não abaterem e o bolo ficar fofo. No final, levei ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 40 minutos.

 

La mamma adorou a surpresa :) :) :) Para mim ficou ótimo, doce o suficiente sem se tornar enjoativo. Espero que gostem também.

 

20160521_165246 b.jpg

Ingredientes:

Xarope de ácer

4 ovos

125g de açúcar de côco

200g de farinha

150g de margarina sem lactose

1 colher de chá de fermento

 

Boas receitas!

Massa de Arroz com Camarões, Edamame e Pesto de Abacate

Acho que esta receita passou diretamente para o meu top 10 de receitas a repetir até à exaustão este Verão. É absolutamente deliciosa, leve, fresca e demora menos de 15 minutos a fazer. Para além disso está cheia de nutrientes maravilhosos, e tem edamame, que é só uma das minhas coisas preferidas de sempre. No fundo são os grão de soja que geralmente são cozinhados dentro da vagem, e servidos com sal (alguns restaurantes japoneses servem). É maravilhoso. Um destes dias encontrei edamame congelado no Celeiro (apenas os grãos, sem a vagem), e trouxe 2 saquinhos comigo. Foi um dia tão feliz <3

 

A receita em si é super simples. Salteei uma mão cheia de camarão congelado (acho que 60/80), meia curgete cortada em pedaços, e outra mão cheia de edamame num fio de óleo de sésamo, alho picado (1 dente), e uma pitada de sal, e deixei a cozinhar cerca de 8-10 minutos. Não usei mais temperos porque o pesto já é suficiente forte.

 

Entretanto, coloquei a massa de arroz a cozinhar no microondas (também poderia ter sido num tacho, mas cozinho muitas vezes a massa de arroz no microondas porque é muito rápido e prático). 4 ou 5 minutos, apenas com água e umas pedrinhas de sal.

 

Enquanto a massa e o camarão cozinhavam, coloquei no processador de comida meio abacate maduro, uma dúzia de folhas de manjericão fresco, um dente de alho, meia colher de sopa de pinhões (não os tostei, mas deve ficar ainda melhor se o fizerem ;)), um bom fio de azeite, e queijo sem lactose ralado (não mais do que 10/15g), e triturei bem até ficar tudo desfeito, mas ainda com alguns pedacinhos pequenos para tornar a textura mais interessante. Um truque para o queijo que aprendi num programa do Jamie Oliver: é muito mais fácil ralar o queijo se for previamente congelado. Especialmente no caso do queijo sem lactose em que as alternativas não são muitas.

 

Quando a massa terminou, escorri-a, juntei-a ao preparado do camarão, e envolvi bem. O pesto, guardei em caixinhas para poder aquecer a massa no trabalho e posteriormente juntá-lo sem o levar ao microondas. E ainda me sobrou pesto para uma salada de rúcula, tomate e queijo fresco que comi um dia destes ao jantar.

 

IMG_20160518_130548.jpg

 

Ingredientes (2 almoços):

2 ninhos de massa de arroz

Uma mão cheia de camarão congelado

Uma mão cheia de edamame congelado

1/2 curgete média

1/2 abacate

12 folhas de manjericão fresco

1/2 colher de sopa de pinhões

10-15g de queijo sem lactose 

1 fio de óleo de sésamo

2 dentes de alho

Sal q.b.

 

Boas receitas!

 

Beringela recheada com Atum

Parece banal, mas acreditem quando vos digo que estava mega yummi :) As minhas beringelas recheadas começam sempre da mesma forma. Lavo-as muito bem, faço um corte dum lado ao outro, mas sem abrir totalmente, isto é, deixo o topo intacto para ela se aguentar fechada. Depois levo ao microondas cerca de 6-7 minutos. Aprendi este truque com o Jamie Oliver, de quem sou mega fã, num dos seus muitos programas. Desta forma, antes sequer de irem ao forno, as beringelas já estão praticamente cozinhadas, não correndo o risco de ficarem com textura de borracha, o que se torna muito desagradável na hora de comer. Para além disso, torna-se muito mais fácil retirar o interior.

 

Voltando à receita. Passados os 6-7 minutos no microondas, deixei-a arrefecer um pouco, abri-a totalmente para ficar com as duas metades prontas a rechear, retirei o interior e reservei. Numa frigideira coloquei uma colher de óleo de côco e 2 ou 3 anchovas, que se desfizeram totalmente em menos de nada. Depois juntei uma lata de atum ao natural, escorrida, o interior da beringela, partido em pedaços pequenos, 3 tomates secos cortados em pedaços, uma colher de chá de harissa, e cerca de 4 ou 5 colheres de sopa de polpa de tomate. Temperei tudo com oregãos secos, manjerição seco e um pouco de sal e deixei refogar uns minutos. 

 

Entretanto, coloquei um fio de azeite num pirex de vidro, dispus as beringelas lado a lado, recheia-as e finalizei com umas pedacinhos de queijo sem lactose. Usei uma fatia de queijo para ambas as metadas, ou seja 1/2 fatia em cada. Partida em pedaços bem pequenos e distribuidos carinhosamente por toda a beringela, acreditem que é o suficiente :) Por cima, coloquei umas folhas de manjericão fresco.

 

15 minutos num forno pré-aquecido, a cerca de 180º-200º, e a magia aconteceu ;)

 

Ficaram deliciosas, acompanhadas de arroz, e uma saladinha de espinafres frescos.

 

 

IMG_20160515_200617 b.jpg

 

 

Ingredientes:

1 beringela

2-3 anchovas

1 lata de atum ao natural

3 tomates secos

1 colher de chá de harrisa

4-5 colheres de sopa de polpa de tomate

1 fatia de queijo sem lactose

Oregãos secos

Manjerição seco

Manjericão fresco (6 ou 7 folhas)

1 colher de chá de óleo de côco

1 fio de azeite

Sal q.b.

 

Boas receitas!!